Clareamento Dental

clareamento

Existem vários tipos de tratamentos clareadores, cada um específico para cada problema:

Clareamento interno: que é feito através de um orifício na parte interna (palatina) do dente, na tentativa de clarear um dente escurecido por tratamento de canal.

Clareamento a Laser: é feito pelo cirurgião dentista. A sessão de clareamento dura uma hora.
Somos pioneiros nesta técnica no Brasil, que trouxemos há mais de 20 anos, quando a Dra. Ana Paula participou da criação da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética.

A busca pela estética é um fator de muita influência sobre o comportamento das pessoas nos dias de hoje. Sejam nos grandes centros urbanos ou nas pequenas cidades, é cada vez mais comum observar academias e clínicas de estética cada lotadas.

Dentro deste contexto, é natural que a odontologia esteja preparada para atender aos desejos estéticos da população em geral.

Técnicas restauradoras e protéticas mais modernas visam, além da reabilitação da função mastigatória, a recuperação do fator estético.
Nessa perspectiva, o branqueamento dental se torna um importante instrumento a fim de proporcionar a satisfação do paciente em seu tratamento.

Por que realizar esse tratamento?

O clareamento dental visa a recuperação da cor original dos dentes, perdida em algum momento durante a vida em decorrência de vários fatores. Serve também simplesmente para promover um branqueamento dos dentes originalmente mais escurecidos.

A utilização de agentes clareadores nos dentes já ultrapassa um século, e com o desenvolvimento de novos materiais, tem se mostrado um meio cada vez mais eficaz e seguro de se obter uma estética dental satisfatória.

Como será feito o tratamento?

Existem basicamente dois tipos de clareamento dental:
Clareamento Caseiro: a maior parte do tratamento é realizada pelo próprio paciente, o qual utiliza o agente químico dentro de uma moldeira adaptável aos dentes. Estes materiais são fornecidos pelo cirurgião-dentista, que irá supervisionar o tratamento através de visitas periódicas do paciente ao consultório.

Clareamento realizado no consultório: o dentista irá aplicar sobre os dentes um agente químico oxidante bem mais potente. Durante a aplicação, a gengiva, lábios e bochechas são protegidos de forma que o clareador não provoque queimaduras. Sobre o clareador é aplicada uma fonte de energia ativadora que pode ser luz alógenas ou determinados tipos de laser que irão promover uma intensificação do clareamento. Dessa forma, o clareamento é realizado em apenas uma sessão.